Centro financeiro da Suíça

A Suíça é um dos centros financeiros mais importantes e competitivos do mundo. Portanto, o setor financeiro tem um papel muito importante na economia suíça.

Com vista para o Paradeplatz de Zurique e para um edifício da UBS, e também de um outro do Credit Suisse.
O setor financeiro, composto por bancos, seguradoras e fundos de pensões, é um pilar fundamental da economia nacional suíça. © PRS

A Suíça é um dos centros financeiros mais importantes e mais competitivos do mundo. Um quarto do patrimônio transnacional do mundo é gerido na Suíça e é por isto que inúmeros grandes bancos e companhias de seguros se encontram na Suíça. Em duas cidades suíças – Genebra e Zurique – há muitas matrizes de redes internacionais, seguidas por Lugano, o terceiro centro financeiro da Suíça. O setor financeiro é um dos pilares de sustentação da economia suíça e corresponde a aproximadamente 10% do produto interno bruto.

A Suíça aplica as normas internacionais sobre: tributação, luta contra a lavagem de dinheiro, financiamento do terrorismo e estabilidade dos mercados financeiros; também se dedica à criação das condições legais e regulamentares necessárias para que o centro financeiro possa oferecer produtos e serviços de qualidade e com as inovações mais recentes; por exemplo, reduzindo os obstáculos enfrentados pelas empresas ativas no campo das tecnologias financeiras.

Bancos e seguros

Líderes internacionais na gestão de patrimônios, os bancos e as companhias de seguros suíças garantem a prestação de serviços financeiros indispensáveis.

Política do mercado financeiro

A política suíça do mercado financeiro é baseada em três pilares: Qualidade, estabilidade, integridade.

Fintech

A digitalização possibilita novas prestações de serviços no setor financeiro.

Implementação de padrões globais

A Suíça participa na elaboração de novos padrões nos setores financeiro e fiscal e implementa reformas internacionais.

Sustentabilidade no setor financeiro

A Suíça apoia decisões de financiamento e investimento responsáveis que levam em conta os impactos ambientais e sociais.