Teatro

Em todas as regiões linguísticas prospera uma tradição teatral viva, que é principalmente focalizada nos países vizinhos da mesma área linguística.

Cenário da peça “Os Miseráveis” no Palco do Lago no Lago de Thun
Palco no Lago de Thun. © thunerseespiele

Na Suíça, há vários grandes teatros, cuja reputação vai muito além das fronteiras do país. Isto deve-se especialmente a dramaturgos como Friedrich Dürrenmatt e Max Frisch, que marcaram o teatro contemporâneo decisivamente.

Fazem parte dos mais importantes teatros da Suíça alemã a casa de espetáculos de Zurique, a casa da ópera de Zurique, o teatro da Basileia, o teatro da cidade de Berna, o teatro de Lucerna, o teatro de São Galo e o teatro de Winterthur. Na Suíça francesa, podem ser mencionados o Grande Teatro de Genebra e a Comédia em Genebra e os teatros de Carouge e Vidy em Lausanne. Em Tessino, o palhaço Dimitri construiu seu próprio teatro e sua escola de comédia em Verscio. No verão, há festivais de teatro como o espetáculo teatral de Zurique, o Festival Internacional Bollwerk em Friburgo e o Festival de la Bâtie em Genebra.

Atualmente, entre os produtores teatrais de maior influência estão, na Suíça alemã, Werner Düggelin, Stephan Müller, Christoph Marthaler, Matthias Hartmann, Samuel Schwarz e Milo Rau, na Suíça francesa, Omar Porras e Robert Bouvier e Daniele Finzi Pasca em Tessino.

Teatro popular

Peças individuais do século XIX, como os “Tellspiele”, são apresentadas anualmente em Altdorf e Interlaken. Em Einsiedeln é apresentado o “El gran teatro del mundo”, de Calderon, e adaptações deste, a aproximadamente cada cinco anos. Em Vevey, a cada vinte anos, a “Fête des vignerons” desabrocha seu esplendor (a próxima está programada para 2019) e o Théâtre du Jorat, em Mézières, apresenta seu repertório de teatro popular desde 1908.

Informações adicionais