Museus

Na Suíça há um total de cerca de 1'110 museus dos mais diferentes tipos.

Sala de exposição na Casa do Transporte em Lucerna com visitantes
O Museu dos Transportes (Verkehrshaus) em Lucerna. © Swiss Museum of Transport

O Museu Nacional Suíço é um museu duplo com uma sede em Zurique e outra no Castelo de Prangins (cantão de Vaud). Ele conserva objetos do passado de todas as épocas e regiões do país. Seis outras instalações estão anexadas ao Museu Nacional; entre outras: o Fórum da História Suíça em Schwyz, o Museu Alfandegário Suíço em Cantine di Gandria (cantão de Tessino), ou o Museu de Autômatos Musicais em Seewen (cantão de Soleura).

Em todas as grandes cidades existem, além disso, coleções de arte significativas. Aqui, devemos mencionar em primeiro lugar a Basileia: a Kunsthalle Basel para a arte contemporânea e o Museu de Arte da Basileia para a arte clássica, bem como coleções particulares (a Fundação Beyeler e o Museu Tinguely).

O Museu de Belas Artes de Zurique, o Museu de Arte e História em Genebra e o Museu de Arte de Berna alojam obras primas da pintura do século XVI ao século XXI.

Dos museus menores fazem parte a Fondation Gianadda, em Martigny (cantão de Valais), a Coleção Rosengart, em Lucerna, o Musée de l’Art Brut, em Lausanne ou a Coleção Oskar Reinhart “Am Römerholz”, em Winterthur. Além disso, em Berna está situado o Centro Paul Klee, em um prédio futurístico projetado pelo arquiteto Renzo Piano.

Em Lucerna encontra-se o museu mais visitado do país, o Museu do Transporte da Suíça. E na localidade de Brienz (cantão de Berna) está situado o museu a céu aberto Ballenberg, onde foram reconstruídas casas de fazenda tradicionais de todas as partes do país. Em La Chaux-de-Fonds (cantão de Neuchâtel), mais de 3.000 relógios podem ser admirados no Museu dos Relógios.