Visão geral

Prateleira cheia de livros.
A formação é o motor da inovação e, na Suíça, é frequentemente encarada como uma “matéria-prima importante”. © Pixabay

O sistema educativo suíço está dividido em três níveis e permite que os(as) alunos(as) escolham um de dois bons caminhos. Um deles, como em muitos outros países, é baseado num percurso escolar. O outro é orientado para a prática e conduz diretamente a uma qualificação técnico-profissional.

O sistema educativo está dividido em três partes: nos níveis primário, secundário e terciário. A escolaridade obrigatória é composta pelo nível primário e pela primeira parte do nível secundário, sendo concluída, geralmente, aos 15 anos de idade.

A segunda parte do nível secundário, o chamado nível secundário II, abrange o Ensino Profissional Básico e Escolas de Formação Geral.  O Ensino Profissional Básico decorre segundo o chamado sistema dual, ou seja, formação na Escola Profissional e nas empresas onde são realizadas as aprendizagens. Dois terços dos jovens escolhem este caminho, que na Suíça é denominado de “aprendizagem”. O outro terço escolhe o outro caminho, o de frequentar um liceu (Gymnasium) ou o Ensino Médio Especializado, preparando-se, desta forma, para o nível terciário.

A Formação Profissional Superior e as Escolas Superiores constituem o nível terciário na Suíça. A Formação Profissional Superior prepara diretamente para uma profissão, oferecendo também cursos para profissionais com experiência, que pretendam especializar-se ou aprofundar conhecimentos nas suas áreas profissionais. Os Institutos Superiores Especializados, Institutos Superiores de Pedagogia e Universidades e Institutos Federais de Tecnologia têm uma ampla oferta de cursos de formação.

A formação na Suíça é, principalmente, da competência dos cantões, que, em 2009, harmonizaram o sistema escolar numa concordata. Apesar desta harmonização, existem algumas diferenças significativas entre os sistemas educativos de alguns cantões. A Confederação e os municípios assumem tarefas que não podem ser resolvidas pelos cantões. O sistema educativo reflete, assim, a estrutura federal da Suíça.

Formação – Fatos e números

Mais de 44% da população suíça possui um diploma do nível terciário. Este facto tem como base um sistema de ensino permeável e versátil.

Escolaridade obrigatória

As crianças frequentam o ensino pré-escolar a partir dos 4 anos, iniciando assim a formação escolar obrigatória. Esta escolaridade obrigatória tem, normalmente, a duração de 11 anos e é composta pelo nível primário e pelo nível secundário I.

Escolas de formação geral

O liceu (Gymnasium) e o Ensino Médio Especializado são escolas de formação geral que preparam os jovens para o ingresso nas Escolas Superiores/Universidades ou nas escolas de Formação Profissional Superior.

Formação básica profissional

A formação dual, ou seja, a formação na Escola Profissional e na empresa formadora, formam especialistas com qualificações profissionais que são, de facto, procuradas.

Universidades e outras Escolas Superiores

Os estudos nas Escolas Superiores suíças seguem o modelo de estudos internacionalmente generalizado, com os níveis de bacharelado, mestrado e doutorado.

Formação Profissional Superior

Uma particularidade da Suíça - formações para a especialização e formação contínua de profissionais.